RÃ-MANEZINHO

Status taxonômico de Ischnocnema manezinho, uma espécie endêmica e ameaçada da ilha de Florianópolis

rã-manezinho (Ischnocnema manezinho) é uma espécie endêmica da Ilha de Santa Catarina, Florianópolis – SC, e considerada altamente ameaçada de extinção. O projeto vai avaliar se populações de fora da Ilha pertencem a essa espécie, ou a um táxon distinto.

A rã-manezinho (Ischnocnema manezinho) descrita na Ilha de Santa Catarina (ISC, Florianópolis – SC) está nas listas nacional e da IUCN de espécies ameaçadas. Populações descobertas nas encostas litorâneas continentais de Santa Catarina e na Ilha do Arvoredo foram atribuídas a essa espécie, aumentando a área de ocorrência da espécie, o que pode representar a retirada da espécie das agendas de conservação.

 

Contudo, diferenças bioacústicas e/ou morfológicas apontam para a possibilidade de que as populações localizadas fora da ISC possam representar unidades taxonômicas distintas. Se for o caso, a área de distribuição da espécie fica restrita à localidade tipo e suas populações podem estar mais do que vulneráveis, devido à expansão urbana de Florianópolis.

Para verificar a identidade e o nível de conectividade entre as populações, utilizaremos uma abordagem taxonômica integrativa por congruência, nas quais as fontes de dados serão sequências de DNA e dados bioacústicos.

Neste caso, partiremos da hipótese de isolamento geográfico em ilhas seguido por especiação. Serão geradas sequências de um locus gênico mitocondrial e ao menos seis loci nucleares neutros. Uma vez obtidas as sequências, geramos as genealogias utilizando métodos baseados na teoria da coalescência.

Complementarmente aos métodos coalescentes usaremos caracteres bioacústicos e avaliaremos e a duração total do canto, a duração média das notas, o número de notas, o número de tipos de notas, o intervalo entre notas, a presença de harmônicos e as frequências fundamental e dominante dos cantos.

Além disso, avaliaremos se há correlação entre as discrepâncias populacionais dos cantos e as distâncias genética e geográfica das populações analisadas. Como resultados esperamos esclarecer o status taxonômico das populações atribuídas à I. manezinho, delimitando corretamente a(s) espécie(s) assim ou subsidiar ações de conservação específica.

Financiamento

Fundação o Boticário (Projeto número: 1045_20152).